Mundo, Traduções

Japão – Sobrevivência no Japão

Nota do Editor: Este post é outra entrada no Concurso de Escrita Prepper de Mike Turner. Mike mora no Japão, então sua perspectiva é única para a maioria de nós. Neste artigo, Mike compartilha dicas que ele reuniu para ajudar qualquer pessoa que esteja lendo isso a aprender mais sobre sobrevivência no Japão, com desafios diferentes. Embora o local seja estranho para a maioria dos nossos leitores, as informações aqui ainda são valiosas.

Prefácio

O Japão, um dos países tecnologicamente mais avançados e inovadores do planeta. Sobreviver em tal lugar à primeira vista parece muito fácil. No entanto, esta ilha é atormentada por uma série de desastres naturais e provocados pelo homem. Da radiação nuclear a tsunamis, tufões e terremotos devastadores. Este artigo examinará os aspectos de como estabelecer sua preparação , autossuficiência e melhorar suas chances de sobrevivência em um país com recursos naturais não apenas vibrantes e diversificados, mas também terrenos mortais e padrões climáticos imprevisíveis.

Preparando-se

O governo japonês, como a FEMA nos Estados Unidos, recomenda que você se abrigue e espere até que a ajuda chegue. Em um país que tem frequentes terremotos, muitos japoneses têm um kit de emergência básico. O kit geralmente consiste de uma luz, um par de luvas de trabalho simples, uma pequena quantidade de corda, rádio de emergência, cobertor de emergência, várias garrafas de água e produtos secos, como macarrão, bolachas ou biscoitos de sobrevivência longa vida. Tudo isso é colocado em uma mochila à prova de fogo. Isso geralmente vem como um pacote de itens adicionais que podem ser comprados separadamente.

Depois do meu segundo ano no Japão, eu mesmo comprei vários desses itens e comecei minha jornada para o mundo da preparação. Muitos supermercados e lojas de descontos têm uma seção dedicada a emergências para esses produtos. No entanto, em comparação com outros países, como os Estados Unidos ou o Reino Unido, a seleção e a variedade de bens de sobrevivência de longo prazo é um tanto fraca.

Isso, no entanto, não é o fim. Ao frequentar uma variedade de lojas de esportes, caminhadas e de excedentes militares, como Sports Authority, ICI, Troopers (Akabane, Tóquio), Tokyu Hands e Montbell, você pode encontrar o que precisa. Eu mesmo mantenho equipamentos Gerber, como machados, facões, facas de sobrevivência e serras. Estes para o ambiente semi-urbano em que eu vivo servirão bem como ferramentas de autoproteção e coleta/processamento de recursos. Há também uma marca que prevalece bastante no momento chamada de LOGOS. Nessas lojas você pode comprar equipamentos de sobrevivência básicos, iniciadores de fogo, filtros de purificação de água e roupas de sobrevivência ou caminhadas.

Há também várias cadeias de lojas de 100 ienes (como as lojas de “um dólar”, “pound store” ou no Brasil como as lojas de 1,99 [exemplo do tradutor]) que permitem estocar pilhas, produtos básicos, e ferramentas a um custo muito baixo.

Então, por que as pessoas só preparam o mínimo? A resposta é que os governos japoneses planejam fornecer ajuda em caso de desastre. Em todas as alas, seções ou distritos da cidade em que você mora, você encontrará vários grandes contêineres de metal. Esses contêineres são rotulados para sua área e contêm suprimentos de socorro de emergência que devem ser distribuídos por autoridades municipais. O conteúdo desses contêineres é desconhecido e não difundido para o público, mas a lógica dita que eles contêm produtos de longa duração e não perecíveis, como água, cobertores, lanternas e suprimentos médicos básicos. Há também abrigos de emergência bem rotulados e sinalizados ou pontos de encontro localizados em todas as áreas ou cidades onde a ajuda pode ser encontrada.

Se você, como eu, não depender da ajuda do governo, então a autoconfiança e a prontidão podem ser difíceis de serem alcançadas imediatamente . Muitos dos meus equipamentos tiveram que ser encomendados em outros países e a legislação aduaneira japonesa proíbe muitos itens que os preppers considerariam necessários ou úteis, como foguetes sinalizadores, ferramentas para criação de fogo ou equipamentos de nível militar.

Armas de fogo também são ilegais no Japão se não for de uso justificável, como agricultores ou caçadores profissionais. Os próprios policiais carregam apenas um revólver de seis tiros, algemas e bastão. A cultura japonesa em si não é de extrema violência, significando que nada mais seria necessário. Além disso, para aqueles que pensam em fazer a limpa nas armas e munições das delegacias de polícia e caixas estacionadas, isso não seria tão proveitoso quanto se pode pensar.

Se você mora em Tóquio, você também pode obter um guia gratuito sobre terremotos e desastres. Este guia descreve certos procedimentos de emergência, dicas e formas de construir ferramentas e itens de sobrevivência. Embora informativo, o guia foi traduzido apenas parcialmente para o inglês. Então, a habilidade da língua japonesa é necessária. Você pode encontrar uma boa fonte de informações sobre este guia no artigo “ Manual Gratuito de Desastres de Tóquio Oferece Dicas de Sobrevivência Criativa ” por Pat Henry.

Criando sua reserva de alimentos

Ao pensar em sua reserva de alimentos e como montá-la, o país em que você está realmente impacta muito no que você armazena, quando e quanto. O Japão, como a maioria dos países do primeiro mundo, tem uma ampla seleção de produtos de longa vida disponíveis durante todo o ano. No entanto, o custo e disponibilidade de tais bens podem estar em contraste com outros países.

Aqui está uma análise dos itens básicos de uma reserva de alimentos de sobrevivência e onde comprar os alimentos mencionados.

Trigo, feijão e grãos– Supermercados de todo o Japão vendem arroz em uma variedade de tipos, pesos, tanto lavados ou não, de baixa caloria, baixo teor de amido ou padrão. Armazenar um saco de arroz de 10 kg é um dos preparativos mais fáceis de começar no Japão. Sobre o tema do feijão, você vai achar difícil comprar em grandes quantidades, mesmo na Costco. A melhor maneira na minha experiência para comprar grãos a granel a um bom preço é através de qualquer um dos mercados brasileiros em torno do Japão. Esses mercados têm sites e muitas vezes entregam diretamente para sua casa.

Macarrão, embora favorito é um alimento estrangeiro no Japão, assim como o feijão ele pode ser precificado e vendido em pequenas quantidades. Descobri que, seja comprando a granel na Costco ou frequentando os supermercados e as lojas de 100 ienes, é possível comprá-lo em sacos de 300g a um preço baixo.

Outros itens dessa categoria podem ser encontrados em todos os grandes supermercados. Itens especiais como farinha de milho para fazer pão de milho, tortilhas ou tacos podem ser encontrado na loja especializada em importação estrangeira Caldi.

Carnes Vermelhas, Aves e Peixes – É aqui que as coisas podem começar a ficar difíceis por uma infinidade de razões. Em primeiro lugar, enquanto o Japão tem uma série de cortes de carne, frango e porco, encontrar salsichas decentes é quase impossível fora do Costco. Isso também é verdade para as “carnes frias”1 e bacon. O Japão favorece o cachorro-quente processado nesta área e corta presunto cozido. Então, para um inglês, salsichas, bacon e um bom sanduíche de presunto é um luxo. O melhor lugar para comprar carnes frescas ou congeladas de baixo custo e boa qualidade em uma loja de descontos chamada Gyomu Super.

Produtos enlatados/conservas, no entanto, são uma história diferente. Frango, carne enlatada, “carne fria” e uma variedade de peixes podem ser encontrados em todos os supermercados. No entanto, esses itens são muito mais caros no Japão e recomenda-se que você gaste o tempo para pesquisar corretamente os itens em várias lojas. O Fiambre, por exemplo, é um dos produtos enlatados/conserva mais caros das prateleiras.

Frutas e vegetais – Há muitas frutas e legumes exóticos no Japão que você não encontraria, ou nunca teria ouvido falar nos EUA ou no Reino Unido. O Japão é um país em que as pessoas plantam qualquer alimentos e em qualquer lugar que possam. Hortas em loteamentos são uma visão comum em cidades menores e vilas. Mesmo no meio da rua. Isso, no entanto, não significa que fazer sua reserva de alimentos de longa duração seja fácil. Bens de longa duração são restritos a apenas alguns alimentos, como milho, aspargos, feijão, cogumelos, cerejas, tomate, abacaxi, coquetel de frutas mistas e muito raramente encontradas batatas e cenouras. Essas latas costumam ser pequenas e pouco caras para o que você recebe. Costco pode ocasionalmente ter produtos enlatados/conservas que valem a pena comprar. No entanto, a melhor opção que encontrei para isso até agora é comprar congelado de vegetais misturados ou desidratar/conservar/cultivar o meu próprio.

Outras lojas – Todos os outros itens alimentares podem ser comprados à medida que você vai nas seções de descontos em supermercados ou lojas de desconto/atacado quando você as frequenta. Óleo de canola, óleo de coco, ervas e especiarias, barras de chocolate e manteiga de amendoim são boas escolhas. Há também uma gama de alimentos enlatados de luxo que você pode comprar que, embora caros, aumentará a moral se você tiver que sobreviver em suas reservas por um longo período de tempo.

Bens de longa duração – Sports Authority e várias outras lojas no Japão, como a ICI ou a Montebell, fornecem muita comidas para mochilas ou refeições liofilizadas que você pode usar para estocar em sua BOB ou complementar suas preparações. O Japão tem sua própria gama de MREs que às vezes podem ser encontrados na loja Donkihote. No entanto, estes são caros e não são particularmente agradáveis.

Água e Purificadores de Água

Garrafas de dois litros de água são muito baratas para comprar em um supermercados e podem ser compradas o fardo. Garrafas menores também valem a pena se você precisar explorar uma área ou para o comércio. Recipientes de vidro são melhores, pois não quebram ao longo do tempo como o plástico faz. No entanto, para o meu conhecimento comprar jarros de água de sobrevivência no Japão não é possível a menos que você comprá-los online. Por pessoa você está precisa cerca de 2 a 3 litros de água por dia, dependendo de suas atividades diárias e do tempo. Portanto, estocar cerca de 20 garrafas de dois litros de água cada lhe dará tempo suficiente para se orientar, avaliar sua situação e procurar uma fonte renovável de água .

Quanto à purificação, os LOGOS têm um “life-straw” (filtro) que é barato e compacto. Vem com pequeno recipiente de purificadão química. No entanto, não é construído para uso pesado. Outras opções são comprar comprimidos de purificação on-line ou em uma loja de sobrevivência, como a ICI. Estes na loja, no entanto, são difíceis de encontrar. Pessoalmente, acredito que o conhecimento de fontes de água limpa e como fazer seu próprio sistema de filtro ou captação é o principal no Japão quando se trata de obtenção ou purificação de água.

Aqui estão vários métodos de purificação de água que seriam adequados para a sobrevivência no Japão.

  • Filtro de gravidade
  • Solar Still (com um recipiente de vidro ou plástico comprado/produzido por mim mesmo)
  • Evaporation Still (usando filme plástico e vegetação)
  • Ebulição
  • Comprimidos de purificação ou água sanitária

No que diz respeito à aquisição de água, eu colocaria fé no seguinte:

  • Evaporation Still (usando filme plástico e vegetação)
  • Sistema de Captação de Chuva
  • Rios, riachos e riachos na área.

Armazenando Materiais

No Japão, o espaço de armazenamento é extremamente limitado. Muitas pessoas dormem em futons “enroláveis” e utilizam prateleiras para armazenar itens ao longo das paredes. Isso representa um problema para os preppers, pois para um estoque suficiente de água pelo menos para duas ou três semanas sózinho requer espaço. Para melhor utilizar espaço de armazenamento em um pequeno apartamento japonês ou casa recipientes de armazenamento de plástico e racks de parede são o melhor caminho a seguir. Supermercados e centros de atendimento domiciliar de grande porte venderão uma variedade de caixas para atender as suas necessidades de armazenamento. Pessoalmente, eu só compro o mesmo tipo de caixa para facilidade de organização e empilhamento. Manter um grande contêiner selável para os diferentes tipos de equipamentos e reservas que você tem pode ser extremamente útil.

Aqui está um plano organizacional de como eu armazeno meu próprio equipamento, que pode ser um bom ponto de partida ao criar seu próprio sistema.

  • Recipiente de Armazenamento 1 – Reserva de Alimentos
  • Recipiente de Armazenamento 2 – Reserva de Água
  • Recipiente de Armazenamento 3 – Combustível / Luz e Materiais de Combustão
  • Recipiente de Armazenamento 4 – Ferramentas / Armamento
  • Recipiente de Armazenamento 5 – Outros Bens de Sobrevivência
  • Recipiente de Armazenamento 6 – Carvão Vegetal / Madeira Processada
  • Rack de parede 1 – Equipamentos de evasão e Vestuário
  • Rack de Parede 2 – EDC e Equipamentos de Trabalho

Armazenando a material em contêineres individuais Torna mais fácil acompanhar o seu equipamento e facilitar as verificações de estoque.

Dicas de Sobrevivência

  1. Ao fazer compras no Japão para produtos de sobrevivência, a primeira coisa que muitas pessoas fazem é ir às lojas de esportes e atividades ao ar livre. Isso, da minha experiência, nem sempre foi o caso. As drogarias costumam estocar álcool de etanol, um incrível combustível leve para o fogo , muitas lojas de 100 ienes vendem pequenos recipientes de metal para fazer “char cloth” (iscas de fogo feitas de tecido), guardar equipamentos e criar seus próprios kits de sobrevivência.
  2. Outra grande fonte de materiais de sobrevivência está sob as linhas de trem nas áreas rurais. As árvores ao redor da cidade são cortadas e os galhos são colocados sob os trilhos para serem descartados. Aqui é uma fonte perfeita de lenha processada para armazenamento que é grátis.
  3. Se procura por pedras de afiação decentes, procure a loja de faca mais velha, na área de Tóquio Asakusa é a melhor. No entanto, algumas lojas de 100 ienes pedras de afiação baratas e afiadores diamantados.
  4. Não cozinhe macarrão Ramen com perfeição. Ferva a água em seu recipiente, adicione o macarrão e o tempero e cubra-o. Deixe o vapor e o calor residual cozinhá-los sem desperdiçar combustível. Eles saem cozidos muito bem.
  5. Aprender as diferentes estações do ano no Japão também pode realmente fazer uma grande diferença ao preparar e fazer suas reservas. A cada ano, certos itens de linha vão para as prateleiras das lojas e são mais bem capitalizados enquanto estão lá. Alguns itens, no entanto, é melhor deixar para o fim da estação quando ficam com desconto. Por exemplo, carvão, material de camping ou produtos enlatados.
  6. Saiba quais são os diferentes alimentos, molhos e temperos que não são nativos do seu país. Quando você se deparar com eles, eles podem fazer uma refeição ou destruir uma. Enquanto em uma situação de sobrevivência você come o que você pode obter, uma “sacudida” na mente e a moral elevada pode fazer toda a diferença para comer uma comida saborosa.
  7. Durante grandes terremotos, certos tipos de máquinas de vendas se tornam gratuitas por um curto período de tempo.
  8. O Japão está cheio de boas caminhadas e locais de trekking. Certifique-se de frequentá-los pelo menos uma vez a cada dois ou três meses. Desta forma, você pode ter uma boa noção da terra, vida selvagem e recursos de combustão disponíveis.

Quando você deve “bug out” (evadir) ou “bug in” (permancer em casa abrigado)?

Primeiro de tudo, o que está realmente incomodando? Em uma situação ruim que exigiria que você abandonasse sua casa por um longo período de tempo, se não permanentemente, você estaria em um dos seguintes tipos de situação:

Um desastre natural – terremoto, tsunami, inundação, tempestade, tornado, erupção vulcânica, deslizamento de terra, fogo.

Um desastre causado pelo homem – Guerra, ataque ou acidente químico ou biológico, motim, incêndio, incidente nuclear.

Assumindo que a sua residência do dia-a-dia é a sua residência principal, podemos assumir que é onde a sua BOB (bug out bag – mochila de evasão), comida e reservas de sobrevivência estão. A única razão para evadir seria devido a uma deterioração do ambiente em que você está. Isso pode ser ambiental, como temperatura ou enchente, ou causados pelo homem, como produtos químicos perigosos, radiação ou perigo físico ou falta de suprimentos.

Neste caso, o seu BOB e BOV (bug out vehicle – veículo de evasão) se tornariam seu abrigo, reserva de alimentos e provisão de equipamentos. Quando evadir torna-se o objetivo principal para alcançar o seu BOL (bug out location – local de evasão). Um lugar seguro no qual você pode sobreviver aos perigos presentes até que as coisas se acalmem, se é que vai se acalmar. Objetivos secundários podem ser recuperar esconderijos de provisão de armas, comida ou equipamento ao longo do caminho ou encontrar-se com outros membros de sua equipe.

Ao evadir na teoria você está indo para um local mais seguro e bem equipado possível para sobreviver. Então, o que está incomodando?

“Bugging in” refere-se a se a abrigar em sua residência atual e esperar a tempestade em casa . Existem muitas teorias, idéias e filosofias por trás dos dois lados da moeda. Por um lado, você já está em casa, então por que ir para outro lugar que possa ter sido destruído ou comprometido? Por outro lado, quanto tempo você pode sobreviver em casa com os recursos que você tem estocou.

No Japão, seria melhor evadir para um centro de evacuação ou em direção à linha de costa por um rio. Isso lhe dá a maior chance de sobrevivência devido a números ou alimentos e recursos hídricos. A situação em si, é claro, deve ser considerada. Indo em direção à costa poderia colocá-lo em perigo de tsunami e mais próximo da terra acrescenta o risco de deslizamentos. A melhor caminho é ter várias opções de evasão para cobrir todos os cenários possíveis ou pelo menos um ou dois que minimizem os riscos em todas as situações.

Na minha experiência, é uma das melhores apostas para a sobrevivência no Japão. Ao escolher um bom lugar para morar e saber o que está em sua área circundante, você pode efetivamente criar uma reserva e começar a afetar a autoconfiança desde o início de uma situação ruim.

Se você sente que você tem absolutamente que sair, então vá para Nagano ou qualquer prefeitura que seja predominantemente terra de fazenda ou floresta. A fauna diversificada e os recursos atingíveis oferecem a melhor chance de sobrevivência se você tiver habilidades básicas de sobrevivência. Além disso, em áreas como esta, é possível adquirir armas de fogo, seja por meio de comércio ou troca, pois os agricultores nesse tipo de área podem obter uma licença legal para rifles ou espingardas.

Grupos de Sobrevivência

Situações de sobrevivência são muitas vezes mais fáceis de lidar quando você tem um grupo forte de pessoas para dividir tarefas entre elas. A mentalidade japonesa apoiaria a vantagem do trabalho em equipe do grupo. No entanto, se você for formar um grupo, você realmente terá que olhar com cuidado e escolher as pessoas que estejam dispostas a assumir tarefas sujas quando chegar a hora. Independentemente dos desastres naturais japoneses do passado, muitos ainda estão despreparados e não estão dispostos a fazê-las. Sua melhor aposta na maioria das situações é encontrar um grupo de não nativos, bem como nativos. A razão é que você pode maximizar a quantidade de conhecimento de sobrevivência e conjuntos de habilidades possíveis. No entanto, tenha cuidado com a barreira da língua e problemas de comunicação. Em uma situação estressante, se você não puder se comunicar, não poderá funcionar como uma unidade. Um bom desenho de grupo seguiria estas linhas:

  • X1 comunicações / eletrônica
  • X2 caçador / utilizador de armadilhas
  • X1 medicina
  • X2 armas / sobrevivência
  • X1 vida selvagem / botânica

1) Carnes frias: Termo utilizado para se referir às carnes pré-cozidas ou curadas, algumas das quais fatiadas e servidas frias, em sanduíches ou como acepipes. São exemplos o fiambre, a mortadela, o paio ou o chouriço, entre muitas outras.

Tradução da matéria: Survival In Japan
Autor: Mike Turner
Data original da Publicação: 16/11/2015
Link da Matéria: https://www.theprepperjournal.com/2015/11/16/survival-in-japan/
Site: The Prepper Journal – https://www.theprepperjournal.com
Acessado em: 25/04/2019 – 22:17

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s